04abr

Uso de Dol-u-ron® Forte e anticoncepcional Minigeste

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, armazenamento, anticoncepcional Cerazette, Anticoncepcional injetável Depomes, anticoncepcional Diane 35, anticoncepcional Cilo 21, cisto no ovário, Dol-u-ron® Forte, anticoncepiconal Minigeste Pergunta: O medicamento ” Dol-u-ron (paracetamol+codeína) Forte” interfere com a eficácia da pílula Minigeste ?

O Dol-u-ron® Forte não interfere na eficácia da pílula.

Dúvida de uma internauta

LEIA MAIS
02abr

Uso de antibiótico e pílula anticoncepcional

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, armazenamento, anticoncepcional Cerazette, Anticoncepcional injetável Depomes, anticoncepcional Diane 35, antibióticoPergunta: Tomei antibiótico para infecção urinária de 800 + 160mg [bacteracin], mas eu tomo o anticoncepcional Belara. Ocorrerá a anulação do anticoncepcional? Se sim, depois de quanto tempo ele vai voltar a fazer efeito?

Realmente há interações medicamentosas quanto ao uso de antibióticos, pois se tomada junto com antibióticos, a pílula pode não fazer efeito, deixando as mulheres desprotegidas contra uma gravidez indesejada. Os antibióticos destroem as bactérias intestinais e, conseqüentemente, não mais ocorrem aquelas reações enzimáticas que liberam estrogênio ativo, cujo nível diminui no sangue. Essa seria uma explicação para o fracasso dos contraceptivos orais quando tomados junto com antibióticos.
Portanto comente com seu médico ginecologista para que ele te oriente da melhor forma possível.

Dúvida de uma internauta

LEIA MAIS
01abr

Saiba porque o antibiótico corta o efeito do anticoncepcional

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, armazenamento, anticoncepcional Cerazette, Anticoncepcional injetável Depomes, antibióticoO antibiótico pode cortar o efeito do anticoncepcional porque consegue diminuir a concentração de hormônios presentes na pílula (que circulam no sangue) tornando-a ineficaz.

Segundo os especialistas, isso ocorre porque os antibióticos destroem as bactérias intestinais que são responsáveis por gerar reações enzimáticas que liberam o hormônio estrogênio ativo na corrente sanguínea que impediriam o período fértil. Entretando eles não sabem explicar o mecanismo que impediria a ação das pílulas que só possuem o hormônio progesterona de agir corretamente e segundo eles, isto aconteceria nas mulheres com pré disposição para tal.

Informa-se que esta interação medicamentosa pode ocorrer com a toma de qualquer antibiótico como amoxicilina, azitromicina e outros quando utilizados com qualquer anticoncepcional de toma oral ou injetável, inclusive a pílula do dia seguinte, por diminuirem a sua eficácia.

Fonte: http://www.tuasaude.com

LEIA MAIS
31mar

Esqueci de tomar a pílula. E agora?

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, armazenamento, anticoncepcional Cerazette, Anticoncepcional injetável DepomesSaiba como proceder em caso de esquecimento na tomada.

Se esquecer de tomar uma pílula: Tome a pílula esquecida imediatamente, assim que lembrar e a seguinte na hora habitual, continuando com a cartela normalmente. Se a pílula do dia anterior for lembrada no momento da próxima a ser tomada, pode-se tomar as duas ao mesmo tempo.

Em caso de esquecimento de uma pílula, não é necessário fazer uso de métodos contraceptivos adicionais, como a pílula de emergência ou do dia seguinte, por exemplo.

Se esquecer de tomar duas ou mais pílulas: Se esqueceu por dois dias, o ideal é tomar dois comprimidos durante dois dias. Depois, mantenha um comprimido por dia. Se ficar sem tomar por mais de três dias, o ideal é interromper o uso, esperar a próxima menstruação para só então começar uma nova cartela.

Em qualquer caso, é muito importante utilizar um método complementar, como a camisinha, para evitar a gravidez.

LEIA MAIS
30mar

Anticoncepcional injetável Depomes: indicações e contraindicações

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, armazenamento, anticoncepcional Cerazette, Anticoncepcional injetável Depomes* Indicações:
DEPOMES é um contraceptivo hormonal, parenteral, de aplicação mensal, indicado na prevenção da gravidez.

* Contraindicações:
Contraindicações absolutas: DEPOMES é contraindicado nas portadoras de trombose venosa profunda; nos episódios tromboembólicos; doenças vascular cerebral e coronariana, hipertensão arterial moderada à severa; presença de mais de um fator de risco reconhecido de doença arterial; hepatopatias passadas ou presentes, antecedentes de icterícia durante gestações anteriores ou devido ao uso de esteroides; porfiria, colelitíase; tumores hepáticos benignos ou malignos, carcinoma da mama; neoplasias estrógeno-dependentes; hiperplasia endometrial, sangramento vaginal não identificado; gravidez diagnosticada ou suspeita; hiperlipoproteinemia; galactorreia; mulheres com citologia grau III ou mais no Papanicolaou, e hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Contraindicações relativas: Epilepsia, enxaqueca, diabetes mellitus e depressão severa. Se algumas das condições anteriores agravam-se ou se as provas de função hepática tornarem-se
alteradas deve-se descontinuar o tratamento com o produto.

LEIA MAIS
29mar

Cerazette é formado somente por progestagênio

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, armazenamento, anticoncepcional CerazetteCerazette é uma pílula de progestagênio isolado, que contém o progestagênio desogestrel. Como outras pílulas com progestagênio isolado, Cerazette é mais adequado para uso durante a amamentação e para mulheres que não podem ou não querem usar estrogênios. Ao contrário das pílulas com progestagênio isolado tradicionais, o principal efeito contraceptivo de Cerazette é a inibição da ovulação como concluído através da monitorização por ultra-som dos ovários e da ausência do pico de LH do meio do ciclo e também de um aumento da progesterona na fase lútea. Outros efeitos incluem aumento da viscosidade do muco cervical.

LEIA MAIS
26mar

Onde, como e por quanto tempo armazenar o anticoncepcional

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, armazenamentoConservar o medicamento em sua embalagem original em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e umidade. Não colocar exposto ao sol ou em lugares muito quentes (exemplo: banheiro).

Desde que respeitados os cuidados de armazenamento, o medicamento apresenta validade de 24 meses a contar da data de sua fabricação. Não devem ser utilizados medicamentos fora do prazo de validade, pois podem trazer prejuízos à saúde e o efeito contraceptivo não é garantido. Por isso sempre que for comprar o seu anticoncepcional, verifique a validade.

OBS: TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

LEIA MAIS
25mar

Tudo o que você queria saber sobre sangramento de escape em tópicos

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, sangramento de escapeLeia agora de forma bem objetiva tudo sobre sangramento de escape.

* Esse fluxo sanguíneo com aspecto de “borra de café” é popularmente conhecido como sangramento intermenstrual também é chamado como “escape” ou “spotting”, geralmente acontece entre os intervalos do ciclo menstrual regular.
* O sangramento de escape é um sangramento que ocorre fora do ciclo menstrual
* O sangramento de escape não interfere no efeito do anticoncepcional * Devemos prestar atenção em quanto tempo o sangramento de escape ocorre, pois se virar constante após o período de adaptação deve-se procurar o seu ginecologista. Seu organismo pode não ter se adaptado a ele.
* O sangramento de escape acontece até as três primeiras cartelas do anticoncepcional, caso ocorra mais tempo, é necessário procurar um médico para saber ao certo se é um sangramento de escape ou um sangramento fora do normal, com isso o especialista pode fazer o exame para saber quais os motivos do sangramento com um período longo.
* O sangramento de escape é comum com até 3 ciclos menstruais, mas é necessário que se tome a pilula de forma correta, nos horários marcados, sendo assim o sangramento de escape é normal.
* Quando se usa pílula de baixa dosagem, pode ocorrer escape fora do período de adaptação. E isso é normal devido a baixa dosagem. Agora se ocorrer num mesmo mês de forma constante, deve-se procurar um ginecologista para ele avaliare se necessário, trocar a pílula.
* Sangramento de escape é um dos sintomas que pode ocorrer na fase de adaptação. Então fique tranquila.
* Sangramento de escape pode também acontecer se a mulher não toma o anticoncepcional de forma correta. Exemplo: esquecimento na tomada. Então fique de olho!

LEIA MAIS
28out

As diferenças entre as pílulas anticoncepcionais

A descoberta da pílula, sem dúvida, proporcionou uma mudança radical no comportamento e no estilo de vida da mulher, permitindo-lhe planejar a quantidade de filhos e o momento de tê-los, além de possibilitar sua inserção no mercado de trabalho e em atividades outrora privativas dos homens. Mas nós queremos mais. Queremos anticoncepção aliada a outros benefícios. E é justamente isso que as pílulas modernas fazem. Então vamos entender melhor essas vantagens.

As pílulas mais usadas são as que contêm dois tipos de hormônios: estrogênio e progesterona.

A dose do estrogênio e o tipo de progesterona variam e são responsáveis tanto pelos efeitos colaterais quanto pelos efeitos benéficos. O estrogênio é sempre o mesmo: etinilestradiol (EE).

As pílulas das nossas mães continham 100 µg de EE e por isso elas ganhavam peso e tinham muitos enjôos. Hoje, com o avanço da ciência, aliada à técnica farmacológica, conseguimos reduzir a dose do EE para até 15 µg, mantendo a mesma eficácia contraceptiva.

Quanto à dose do EE (estrogênio é sempre o mesmo: etinilestradiol ), temos pílulas de:

-média dosagem (35 µg),
- baixa dosagem (30 e 20 µg) e
- ultrabaixa dosagem (15 µg).

Nem sempre as pílulas de 15 µg são as melhores, pois muitas mulheres apresentam “sangramentos de escape” mais frequentemente com essa dose bem baixinha, e a adaptação pode ser mais demorada.
É ótimo para adolescentes e para aquelas que tiveram efeitos colaterais com doses habituais (ganho de peso, náuseas, dores de cabeça e dores mamárias).”

” É fácil saber qual dose você está tomando. É só olhar na embalagem. Outra diferença é quanto ao regime de tomada, já que as pílulas de 15 µg apresentam um regime de 24 dias de tomada e 4 dias de pausa (24/4), diferente da maioria, cujo regime é 21 dias de tomada e 7 dias de pausa (21/7). A única excessão é a pílula Yaz, que contém 20 µg, mas também apresenta esse regime 24/4.

A progesterona é a responsável pela diferença nos efeitos adicionais dos anticoncepcionais.

Uma das primeiras progesteronas utilizadas, e que se mantém no mercado até hoje, é o levonorgestrel, presente no Microvlar, Ciclo 21, Level. Trata-se de um progestágeno com ação mais androgênica, ou seja, mais similar aos hormônios masculinos.
Com isso, em algumas mulheres predispostas, pode haver mais oleosidade da pele, acne e excesso de pêlos; em contrapartida, pode ser uma boa combinação quando se trata de queda da libido pelo uso de pílulas.

Logo depois tivemos o desenvolvimento do gestodeno e do desogestrel, presente em uma infinidade de anticoncepcionais:

Gestodeno
– Femiane,
- Harmonet,
-Diminut,
-Micropil,
-Tamisa 20 e 30,
-Ginesse,
-Gynera, etc….

e Desogestrel:
-Mercilon,
-Mercilon conti,
-Gracial,
-Femina,
-Primera 20 e 30,
-Minian, etc.

São ótimas pílulas, bem toleradas pela maioria das mulheres, mantendo-se intermediárias em relação à ação androgênica, bom controle de peso e boa ação na pele. Associam-se a 20 ou 30 µg de EE.

A associação com 15 µg encontra-se nas pílulas Siblima, Mirelle, Minesse, Adoless, Mínima, Alexa.

Um progestágeno mais antigo e presente em várias pílulas em combinação com 35 µg de EE é o acetato de ciproterona (Diane 35, Selene, Diclin, Artemidis).
Tem uma ação anti-androgênica bem mais potente, por isso é muito usada (mas não exclusivamente) por mulheres com Síndrome dos Ovários Policísticos, onde as manifestações de acne, oleosidade de pele e excesso de pêlos são mais exuberantes.”

“Como muitas mulheres se queixam de inchaços e ganho de peso com os anticoncepcionais, foi desenvolvida uma progesterona com ação anti-androgênica potente e ação diurética concomitante: a drospirenona, presente no Yasmin, Yaz e Elani ciclo.

A proposta é ótima ação na pele com boa manutenção de peso. A diferença é que Yasmin e Elani ciclo vêm combinadas com 30 µg de EE num regime de 21 /7 e o Yaz vem combinado com 20 µg de EE em regime de 24 /4.

Outra novidade no mercado é a progesterona clormadinona, presente no Belara. A proposta é uma boa ação anti-androgênica, com visíveis benefícios na pele sem alteração na libido. Vem associada a 30 µg de EE.

Todas as pílulas melhoram a quantidade de fluxo menstrual e cólicas. Algumas foram desenvolvidas especificamente para tratar Síndrome Pré-Menstrual, como Mercilon conti (além dos 21 comprimidos, apresenta mais 7 comprimidos com dose baixa (10 µg) de EE, evitando a variação hormonal brusca do período, melhorando os sintomas) e Yaz ( no regime de 24 dias, a drospirenona acaba agindo no organismo nos 4 dias de pausa, melhorando os sintomas).

Como vocês podem ver, há pílulas para todos os gostos e tipos de organismo, por isso aquela que serve para sua vizinha nem sempre é a melhor para você.

Para decidir qual é a melhor opção, discuta com seu médico os aspectos de pele, libido, cólicas, sintomas pré-menstruais e efeitos colaterais com uso de pílulas anteriormente e, pesando-se bem todos os efeitos, você vai encontrar uma que se adapta muito bem ao seu organismo.”

LEIA MAIS
21abr

Entenda mais sobre pílula anticoncepcional

A descoberta da pílula, sem dúvida, proporcionou uma mudança radical no comportamento e no estilo de vida da mulher, permitindo-lhe planejar a quantidade de filhos e o momento de tê-los, além de possibilitar sua inserção no mercado de trabalho e em atividades outrora privativas dos homens. Mas nós queremos mais. Queremos anticoncepção aliada a outros benefícios. E é justamente isso que as pílulas modernas fazem. Então vamos entender melhor essas vantagens.

As pílulas mais usadas são as que contêm dois tipos de hormônios: estrogênio e progesterona.

A dose do estrogênio e o tipo de progesterona variam e são responsáveis tanto pelos efeitos colaterais quanto pelos efeitos benéficos. O estrogênio é sempre o mesmo: etinilestradiol (EE).

As pílulas das nossas mães continham 100 µg de EE e por isso elas ganhavam peso e tinham muitos enjôos. Hoje, com o avanço da ciência, aliada à técnica farmacológica, conseguimos reduzir a dose do EE para até 15 µg, mantendo a mesma eficácia contraceptiva.

Quanto à dose do EE (estrogênio é sempre o mesmo: etinilestradiol ), temos pílulas de:

-média dosagem (35 µg),
- baixa dosagem (30 e 20 µg) e
- ultrabaixa dosagem (15 µg).

Nem sempre as pílulas de 15 µg são as melhores, pois muitas mulheres apresentam “sangramentos de escape” mais frequentemente com essa dose bem baixinha, e a adaptação pode ser mais demorada.
É ótimo para adolescentes e para aquelas que tiveram efeitos colaterais com doses habituais (ganho de peso, náuseas, dores de cabeça e dores mamárias).”

É fácil saber qual dose você está tomando. É só olhar na embalagem. Outra diferença é quanto ao regime de tomada, já que as pílulas de 15 µg apresentam um regime de 24 dias de tomada e 4 dias de pausa (24/4), diferente da maioria, cujo regime é 21 dias de tomada e 7 dias de pausa (21/7). A única excessão é a pílula Yaz, que contém 20 µg, mas também apresenta esse regime 24/4.

A progesterona é a responsável pela diferença nos efeitos adicionais dos anticoncepcionais.

Uma das primeiras progesteronas utilizadas, e que se mantém no mercado até hoje, é o levonorgestrel, presente no Microvlar, Ciclo 21, Level. Trata-se de um progestágeno com ação mais androgênica, ou seja, mais similar aos hormônios masculinos.
Com isso, em algumas mulheres predispostas, pode haver mais oleosidade da pele, acne e excesso de pêlos; em contrapartida, pode ser uma boa combinação quando se trata de queda da libido pelo uso de pílulas.

Logo depois tivemos o desenvolvimento do gestodeno e do desogestrel, presente em uma infinidade de anticoncepcionais:

Gestodeno
– Femiane,
- Harmonet,
-Diminut,
-Micropil,
-Tamisa 20 e 30,
-Ginesse,
-Gynera, etc….

e Desogestrel:
-Mercilon,
-Mercilon conti,
-Gracial,
-Femina,
-Primera 20 e 30,
-Minian, etc.

São ótimas pílulas, bem toleradas pela maioria das mulheres, mantendo-se intermediárias em relação à ação androgênica, bom controle de peso e boa ação na pele. Associam-se a 20 ou 30 µg de EE.

A associação com 15 µg encontra-se nas pílulas Siblima, Mirelle, Minesse, Adoless, Mínima, Alexa.

Um progestágeno mais antigo e presente em várias pílulas em combinação com 35 µg de EE é o acetato de ciproterona (Diane 35, Selene, Diclin, Artemidis).
Tem uma ação anti-androgênica bem mais potente, por isso é muito usada (mas não exclusivamente) por mulheres com Síndrome dos Ovários Policísticos, onde as manifestações de acne, oleosidade de pele e excesso de pêlos são mais exuberantes.”

“Como muitas mulheres se queixam de inchaços e ganho de peso com os anticoncepcionais, foi desenvolvida uma progesterona com ação anti-androgênica potente e ação diurética concomitante: a drospirenona, presente no Yasmin, Yaz e Elani ciclo.

A proposta é ótima ação na pele com boa manutenção de peso. A diferença é que Yasmin e Elani ciclo vêm combinadas com 30 µg de EE num regime de 21 /7 e o Yaz vem combinado com 20 µg de EE em regime de 24 /4.

Outra novidade no mercado é a progesterona clormadinona, presente no Belara. A proposta é uma boa ação anti-androgênica, com visíveis benefícios na pele sem alteração na libido. Vem associada a 30 µg de EE.

Todas as pílulas melhoram a quantidade de fluxo menstrual e cólicas. Algumas foram desenvolvidas especificamente para tratar Síndrome Pré-Menstrual, como Mercilon conti (além dos 21 comprimidos, apresenta mais 7 comprimidos com dose baixa (10 µg) de EE, evitando a variação hormonal brusca do período, melhorando os sintomas) e Yaz ( no regime de 24 dias, a drospirenona acaba agindo no organismo nos 4 dias de pausa, melhorando os sintomas).

Como vocês podem ver, há pílulas para todos os gostos e tipos de organismo, por isso aquela que serve para sua vizinha nem sempre é a melhor para você.

Para decidir qual é a melhor opção, marque uma consulta com o ginecologista.

Fonte: http://www.api.adm.br

LEIA MAIS

ANÚNCIO

FACEBOOK

INSTAGRAM

TWITTER

CATEGORIAS

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Inscreva-se e receba atualizações e não perder as novidades!