18/06
terça-feira

Depoimento de quem já usou a injeção anticoncepcional

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, implante subcutâneo, bebida alcoolica, anticoncepcional Ciclo 21, armazenamento,sangramento, escape, pílula de emergência, anticoncepcional Gynera, Perlutan, DIU, injeção anticoncepcionalPor Gisele

Não indico o uso de injeção anticoncepcional como método contraceptivo pois me fez muito mal. Tive pressao alta, fortissimas dores de cabeça, entre outros sintomas.O meu organismo rejeitou a alta dose hormonal e com isso deu várias reações no organismo. Fui parar no pronto socorro várias vezes.

 
22/02
sexta-feira

Injeção: breve resumo

anticoncepcional, menstruação, pílula, eficácia, engordar, cabelo, intestino, alimentos, vestido de dama de honra, moda, cozinha, gravidez, menopausa, pílula do dia seguinte, anticoncepcional mensal, anticoncepcional trimestral, líbido, adesivo anticoncepcional, adesivo em anticoncepcional, sangramento, anticoncepcional que dao sono, anticoncepcional 21 dias, dosagem, cabelos oleosos, injetavel mensal, esquecimento na tomada, pele, anticoncepcional modo de usar, crescimento do cabelo, ausência de menstruação, parar de menstruar, anticoncepcional em adesivo, nuvaring, anticoncepcional Cerazette, Mirena, depoimento, anticoncepcional Yumi, anticoncepcional Elani Ciclo, DIU, SIU, DIU Mirena, injetável, camisinha feminina, trombose, implanon, anticoncepcional Miranova, implanon, anticoncepcional Femiane, camisinha, diafragma, injeçãoInjeção: esse método consiste em injeções mensais ou trimestrais de análogos dos hormônios liberadores de gonadotrofinas (que são hormônios que estimulam a produção de estrógeno, progesterona e testosterona). As aplicações inibem demais a produção de hormônios e, como efeito colateral, podem diminuir a massa óssea. Por isso, Ângela não aconselha que sejam utilizadas por muito tempo e lembra que não é o método mais indicado para mulheres jovens. No entanto, é frequentemente usado no tratamento de miomas, cistos de ovário e endometriose. Seu preço varia de 400 a 500 reais.

 
26/09
quarta-feira

Notinhas sobre injeção contraceptiva

*A injeção contraceptiva é uma dose relativamente alta de hormônios que pode ser ministrada mensalmente ou trimestralmente
*O uso da injeção trimestral pode apresentar alguns aspectos negativos. Um deles, é o descontrole ovulatório, que pode acontecer quando é suspensa a utilização do medicamento. Neste caso, a mulher vai levar algum tempo até ter sua fertilidade normalizada
*Além da injeção anticoncepcional, todos os métodos a base de hormônios podem causar esses problemas temporários. A diferença é que a incidência de descontrole ovulatório é maior nas mulheres que utilizam a contracepção injetável que protege por três meses
* Além de provocar um descontrole na ovulação, o remédio é conhecido por dar à mulher uns quilinhos a mais na balança
* Uma das grandes vantagens do remédio é que ele só precisa ser ministrado de três em três meses, detalhe importante para as mulheres que costumam esquecer-se de tomar a pílula anticoncepcional

 
04/05
sexta-feira

Injeção mensal: você sabe o que é?

O QUE SÃO?
São injeções intramusculares feitas com hormônios parecidos com os que a mulher tem em seu corpo. Existem dois tipos de injeção: a mensal e a trimestral.

COMO SE USA?
Por se tratar de um Método Hormonal, para iniciar o seu uso é muito importante que você procure um serviço de saúde.

COMO FUNCIONAM?
Elas impedem a ovulação.

QUAIS AS CHANCES DE QUE A INJEÇÃO FALHE?
A taxa de falha na injeção mensal varia de 0.1% a 0.6% ou seja, de cada mil mulheres que usam durante um ano, de uma a seis podem engravidar. A taxa de falha da injeção trimestral é de 0,3% ou seja, de cada mil mulheres que usam durante um ano, apenas três mulheres podem engravidar.

A INJEÇÃO PODE FAZER MAL PARA A SAÚDE?
Alterações do ciclo menstrual: pequeno sangramento nos intervalos entre as menstruações, sangramento prolongado, e amenorréia (ausência de menstruação)
Ganho de peso
Dor de cabeça leve
Vertigens

QUAIS OS EFEITOS NÃO ANTICONCEPTIVOS?
Diminuem a freqüência e a intensidade das cólicas menstruais
A fertilidade retorna em tempo mais curto do que com os injetáveis trimestrais
Podem prevenir anemia
Ajudam a prevenir problemas como: gravidez ectópica, câncer de endométrio, câncer de ovário, cistos de ovário, doença inflamatória pélvica, doenças mamárias benignas e miomas uterinos

Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br

 
21/08
domingo

Saiba um pouco mais: injeção anticoncepcional

As injeções anticoncepcionais devem sempre ser injetadas na região glútea, ou nádegas.

Deve ser usada uma agulha 30×8 e a injeção deve ser profunda. Não massagear o local da injeção.

Informações sobre a injeção anticoncepcional só podem ser fornecidas pelo seu médico pessoal de acordo com as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária no Brasil (Anvisa).

Atenção para a data da injeção. Solicite ao seu médico pessoal informações sobre a data correta da aplicação da injeção. Injeções têm de ser aplicadas nas datas corretas sob pena de não funcionarem.

Existe uma injeção anticoncepcional que pode ser aplicada a cada três meses. Informe-se com seu médico pessoal.

Para os anticoncepcionais mensais, as vantagens e desvantagens são as mesmas da pílula anticoncepcional.

Para os anticoncepcionais injetáveis trimestrais, existe a vantagem de ser aplicada a cada três meses, mas a desvantagem de provocar ausência de menstruação e a fertilidade (capacidade de engravidar) demorar um pouco para voltar.

As principais indicações das injeções são para as mulheres que esquecem a pílula, para aquelas que não podem tomar a pílula via oral e para as mulheres que tem de esconder o anticoncepcional.

Somente o seu médico pode receitar injeções anticoncepcionais para você. A automedicação com hormônios é muito perigosa!!!

Nunca, mas nunca mesmo, use um anticoncepcional ou qualquer outro medicamento com tarja vermelha sem orientação médica pessoal.

Não use medicamento de maneira diferente da prevista na receita, a não ser que tenha sido orientada pessoalmente pelo seu médico.

Anticoncepcionais foram feitos para serem tomados da maneira prevista na receita e na bula, não devendo ser tomados de maneira diferente, por exemplo, sem pausa, a não ser que tenha sido orientada pessoalmente pelo seu médico.

Anticoncepcionais orais ou injetáveis tomados de maneira errada perdem sua eficácia ocasionando riscos de gravidez e de efeitos colaterais que podem ser graves.

Fonte: http://www.gineco.com.br

 
09/08
terça-feira

Injeção anticoncepcional: entenda mais

A injeção anticoncepcional tem a mesma composição da pílula. São hormônios injetáveis, aplicados mensalmente ou a cada três meses. Uma das vantagens do anticoncepcional injetável, é que a mulher não precisa se lembrar de tomar diariamente.

Um dos problemas mais comuns no uso dos anticoncepcionais orais é o esquecimento, que diminui a eficácia do efeito contraceptivo. Por isso, a injeção anticoncepcional é ideal para quem esquece de tomar a pílula diariamente ou não pode usar os anticoncepcionais orais por orientação médica.

Outro ponto positivo desse tipo de anticoncepcional é que ele pode ser usado tranquilamente durante a amamentação, diminui o risco de doença inflamatória pélvica e estimula a formação de glóbulos vermelhos que combatem a anemia.

Por outro lado, os anticoncepcionais injetáveis podem causar irregularidades no ciclo menstrual e atraso no retorno ao nível anterior de fertilidade, ou seja, a mulher pode demorar meses até conseguir engravidar quando parar de fazer uso da injeção anticoncepcional.

A grande dúvida a respeito do assunto é se a injeção de anticoncepcional engorda. Como a carga de hormônios é bem maior, outra desvantagem do anticoncepcional injetável é que os efeitos colaterais podem ser mais intensos para algumas mulheres. Um deles é o aumento de apetite, que pode ter como consequência o aumento de peso.

Outros efeitos colaterais podem ser dores de cabeça, de estômago e retenção de líquido, mas isso depende do organismo de cada mulher.

Vale lembrar que o anticoncepcional injetável evita a gravidez, mas não protege contra as DSTs. Por isso, a camisinha é indispensável nas relações sexuais.

 
05/04
terça-feira

Uso de anticoncepcional em injeção

Para você que prefere usar anticoncepcional, ao invés de tomá-lo, uma maneira para acabar com o seu problema, é usando os anticoncepcionais injetáveis. A injeção é injetada na região glútea, ou nádegas. Precisa-se ser uma agulha 30 x 8, e a injeção deve ser bem profunda. Não se pode massagear o local da injeção.
Informações sobre a injeção anticoncepcional, só podem ser dadas pelo seu médico pessoal, de acordo com a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária no Brasil). Existe uma injeção anticoncepcional que pode ser aplicada a cada três meses. Informe-se sobre ela com seu médico. Para os anticoncepcionais injetáveis, existe a vantagem de ser aplicada a cada três meses, mas a desvantagem é que pode provocar ausência de menstruação e a fertilidade pode demorar um pouco para voltar.
As injeções anticoncepcionais são mais usadas por aquelas mulheres que esquecem de tomar a pílula todos os dias, ou para algumas mulheres que não podem ingerir a pílula oral. É recomendável que você só use injeções anticoncepcionais se seu médico receitar para você. A automedicação com hormônios é muito perigosa! Nunca use um medicamento com tarja vermelha sem orientação médica pessoal.

 
23/07
sexta-feira

Injeção de Deproprovera

Há dois anos tomo a injeção de deproprovera (a cada 90 dias). Esqueci de tomar faz alguns meses e como posso voltar a tomar? Tenho que esperar voltar a menstruar para tomar ou posso tomar no mesmo dia que eu estava acostumada?

Como tem vários meses que a paciente não usa o Depo-Provera 150 mg, o casal deve usar um método de barreira para fazer a contracepção (condom, por exemplo), até que a paciente menstrue. A partir dai, reinicia o uso do Depo-Provera, como usava anteriormente. Mas nada melhor do que marcar uma consulta com um ginecologista.

Dúvida d euma internauta

 
24/03
quarta-feira

Injeção Perluta

 

Tomo uma injeção, Perluta, ela é mensal. Antes do ciclo há uma secreção escura. Por que isso ocorre?

Essas secreções escuras, em geral, é o início do sangramento ocasionado pelo próprio hormônio da injeção
Resposta de Carlos Alberto Petta
Carlos Alberto Petta é professor de ginecologia da Unicamp e diretor do Centro de Reprodução Humana de Campinas, no interior de São Paulo.