25ago

Depoimento de quem recomenda o uso de Minesse

anticoncepcional como usar, contraceptivo feminino, contraceptivos hormonais, melhor contraceptivo feminino, métodos anticoncepcionais hormonais, metodos contraceptivos feminino, métodos contraceptivos femininos, métodos contraceptivos hormonais, pílula contraceptiva, pílulas contraceptivas, usar anticoncepcionalPor Sofia

 

Tomo o anticoncepcional Minesse ha quase dez anos, direto. Minha ginecologista disse que é um anticoncepcional com eficácia garantida (se tomado de forma correta) e “fraco” em termos de efeitos secundários. Nunca troquei de método contraceptivo. Foram poucas vezes que tive sangramento de escape provocado pelo Minesse. Estou muito satisfeita com o uso desse anticoncepcional. O recomendo.

LEIA MAIS
20jul

Depoimento de quem toma Minesse

Por Angel

Tenho 29 anos e tomo este medicamento desde os 19 anos. Já perguntei ao médico se precisava trocar, por se tratar de muito tempo, e ele respondeu que este é um bom anticoncepcional e que não recomendaria a troca. Já me aconteceu sangramentos de escape e algumas vezes já veio por ter tomado irregularmente no horário. Recomendo à quem esteja precisando de orientação. Sou casada há 10 anos e este método sempre foi eficaz.

LEIA MAIS
12out

Posologia do anticoncepcional Minesse

A cartela de Minesse contêm 24 comprimidos, que devem ser tomados todos os dias no mesmo horário. O tratamento deve iniciar no primiero dia do ciclo menstrual, devendo-se tomar o comprimido da cartela correspondente ao dia da semana do inicio da menstruação. Após terminar a cartela, deve-se fazer um intervalo de 4 dias e recomeçar o tratamento.

LEIA MAIS
16nov

Anticoncepcional Minesse: explicação

O anticoncepcional Minesse é a pílula disponível no mercado mundial com a menor dosagem hormonal, o que diminui os seus efeitos colaterais.
O produto tem 15 microgramas de etinilestradiol e 60 microgramas de gestodeno em cada comprimido, enquanto que os outros anticoncepcionais indicam de 20 a 35 microgramas. Os contraceptivos orais agem de forma a suprir a ação das gonadotrofinas, que inibe a ovulação, evitando assim, uma gravidez. A taxa de falha do medicamento é de 0,1% por ano, se usado corretamente.
A Minesse deve ser iniciada no primeiro dia da menstruação durante 24 dias, sempre no mesmo horário e deve ter uma pausa de 4 dias. Durante essa pausa, ocorrerá a menstruação e a mulher também estará protegida de uma gravidez, somente se já estar tomando o Minesse por mais de 3 meses. Depois desse período a eficácia é garantida e o preservativo pode ser eliminado.
O anticoncepcional Minesse não tem nenhum princípio ativo que faz com que a mulher aumento o seu peso, mas, a pílula retém uma pequena quantidade de líquido, fazendo com que a pessoa fique um pouco inchada. No entanto, depois que o remédio se tornar de uso contínuo, o inchaço diminui.
O contraceptivo oral também ajuda a regular o ciclo menstrual, a diminuir a perda de sangue e a acne, a reduzir a incidência de cistos ovarianos funcionais e de câncer endometrial.
O uso de Minesse é contra-indicado em caso de:
Trombose, diabetes, doenças hepáticas, gravidez suspeita, hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da pílula.
E lembre-se que tomar pílula anticoncepcional por conta própria pode ser perigoso para a sua saúde. O ideal é procurar um ginecologista que lhe receitará a melhor opção de contraceptivo, e os efeitos colaterais podem variar de pessoa para pessoa.

Fonte: http://www.assuntosgerais.com

LEIA MAIS
15nov

Anticoncepcional Minesse: orientação em caso de vômito

No caso de vômito no período de 3 a 4 horas após a ingestão do comprimido, a absorção pode não ser completa. Neste caso, os comprimidos seguintes devem ser ingeridos no horário habitual. Adicionalmente, um método contraceptivo não hormonal deve ser usado até o final da embalagem. Se a paciente não quiser modificar seu esquema usual de administração dos comprimidos, deverá tomar o(s) comprimido(s) de Minesse (Gestodeno, Etinilestradiol) de uma embalagem reserva.

 

Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

 

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como: dor de cabeça; inchaço; náuseas ; vômitos; dores abdominais; alterações de peso (aumento ou diminuição); depressão; nervosismo; tontura; acne ; vaginite ; intolerância a lentes de contato; alterações do fluxo menstrual; sensibilidade, aumento e secreção das mamas.

 

Se persistirem ou tornarem-se muito incômodas, a paciente deve consultar seu médico.

LEIA MAIS
13nov

Conduta no caso de esquecimento na tomada do Minesse

A eficácia contraceptiva pode ser reduzida se a paciente esquecer de tomar algum comprimido de Minesse® (Gestodeno, Etinilestradiol), e particularmente, se o esquecimento aumentar o intervalo sem comprimidos. Se for esquecido algum comprimido, e tiver ocorrido relação na semana anterior ao esquecimento, deve-se considerar a possibilidade de gravidez. Recomenda-se consultar seu médico.

 

Se a paciente esquecer de tomar um comprimido de Minesse® (Gestodeno, Etinilestradiol) mas o atraso for menor que 12 horas, deve-se ingeri-lo tão logo se lembre. Os comprimidos seguintes devem ser tomados no horário habitual.

 

Se a paciente esquecer de tomar um comprimido de Minesse® (Gestodeno, Etinilestradiol) e o atraso for maior que 12 horas ou se tiverem sido esquecidos mais de um comprimido, a proteção contraceptiva pode ser menor. O último comprimido esquecido deve ser tomado tão logo se lembre, mesmo que isso signifique tomar 2 comprimidos num único dia. Os comprimidos seguintes devem ser ingeridos no horário habitual. Adicionalmente, um método contraceptivo não hormonal deve ser usado nos próximos 7 dias.
Se esses 7 dias ultrapassarem o último comprimido na embalagem em uso, a próxima embalagem deve ser iniciada tão logo a anterior tenha acabado; não deve haver intervalo entre as embalagens. Isto previne um intervalo prolongado entre os comprimidos ingeridos que pode aumentar o risco de ocorrer ovulação. É improvável que ocorra hemorragia por supressão até o final da segunda embalagem, mas a paciente pode apresentar “spotting” ou sangramento de escape nos dias em que estiver ingerindo os comprimidos. Se a paciente não tiver hemorragia por supressão no término da segunda embalagem, a possibilidade de gravidez deve ser descartada antes de iniciar a próxima embalagem.

LEIA MAIS
12nov

Dica: como tomar o anticoncepcional Minesse

A cartela de Minesse® (Gestodeno, Etinilestradiol) contém 24 comprimidos. Iniciar tomando um comprimido no primeiro dia do ciclo (primeiro dia de sangramento). Tomar o comprimido marcado com o dia correspondente da semana. Por exemplo, se o seu ciclo começar numa sexta-feira, tomar o comprimido marcado com “SEX”. Seguindo a direção das setas marcadas na cartela, tomar um comprimido por dia no mesmo horário até acabar todos os 24 comprimidos da cartela. A embalagem seguinte deve ser iniciada após um intervalo de 4 dias sem a ingestão de comprimidos, ou seja, no 5º dia após o término da embalagem anterior. Após 2-3 dias do último comprimido de Minesse® (Gestodeno, Etinilestradiol) ter sido tomado, inicia-se, em geral, hemorragia por supressão que pode não cessar antes do início da embalagem seguinte.

LEIA MAIS
21jan

Tudo a respeito do anticoncepcional Minesse

1-)Como se faz o uso do anticoncepcional Minesse?

A maneira correta de tomar esta pílula é iniciar a primeira caixa no primeiro dia da menstruação e tomá-la no mesmo horário durante 24 dias. Isto mesmo, esta pílula tem 24 comprimidos. Deve-se fazer uma pausa de 4 dias e recomeçar. A menstruação virá nesta pausa.

2-)Qual é a sua composição?

Etinilestradiol 15 mcg + gestodeno 60 mcg

3-)A pílula Minesse é boa?

É uma excelente pílula. A primeira por apresentar apenas progesterona, e como tem mulheres que se dão melhor com a ausência do estrógeno, há uma boa indicação dela.

4-)Qual é a vantagem e desvantagem do anticoncepcional Minesse?

A pílula contem 15 mcg de etinilestradiol e 60 mcg de gestodene. Trata-se do que estão chamando de pílula ultra-light. A vantagem de reduzir a quantia de hormônio é a diminuição dos efeitos colaterais. As desvantagens ficarão por conta da possibilidade de sangramento mesmo que a pílula seja tomada corretamente. Segundo os laboratórios esta possibilidade diminuirá com a continuação do tratamento.

5-)Na pausa de 4 dias,tem como engravidar?Precisa de usar camisinha?

Na pausa está protegida sim pois a eficácia é mantida.Mas isso é válido só para quem toma o anticoncepcional há mais de 3 meses.A partir desse prazo,a eficácia é 100% garantida(inclusive nos 7 dias de pausa) e não precisa de usar camisinha.

6-)O anticoncepcional Minesse engorda?

O anticoncepcional não possui nenhum princípio ativo que faz engordar. “O anticoncepcional não possui calorias! Ele apenas retém uma pequena quantidade de líquido, que faz com que a mulher inche, que será eliminado quando o uso do medicamento se tornar contínuo”, fala o médico. O médico atenta para o fato de que se o organismo da mulher não se adaptar ao remédio utilizado, ele realmente a fará engordar.

7-)Durante o uso do anticoncepcional Minesse,poderá ocorrer sangramento de escape?

Sim,poderá ocorrer no prazo de adaptação-3 meses,ou então aparecer apenas depois do prazo de adaptação.Não tem dia,prazo e duração.Vale lembrar que este sangramento de escape é normal acontecer e que não tira a eficácia do anticoncepcional.Durante o acontecido,use absorvente.

8-)A partir de quando o anticoncepcional Minesse começa a ter eficácia?

Segundo os fabricantes,a eficácia começa a fazer efeito a partir da primeira cartela.Mas começa mesmo a fazer efeito a partir da terceira cartela pois o organismo está se acostumando com o anticoncepcional.Antes disso recomenda-se o uso da camisinha.

9-)A bebida alcoólica corta o efeito do anticoncepcional Minesse?

Não. A não ser que logo após  ingerir o medicamento o usuário faça uso abusivo da bebida alcoolica a ponto de passar mal e mandar tudo para fora (vomitar vulgarmente falando). Do contrário não tem problema.

OBS:Lembre-se que nenhum anticoncepcional protege de DST.Por isso o uso da camisinha é necessário.E antes de iniciar o uso de qualquer anticoncepcional,marque uma consulta com o ginecologista.Tomar medicamento por conta própria é um perigo para a saúde da mulher.

LEIA MAIS

ANÚNCIO

FACEBOOK

INSTAGRAM

TWITTER

CATEGORIAS

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Inscreva-se e receba atualizações e não perder as novidades!