14nov

Pílula anticoncepcional: quando pode iniciar o uso?

14 de novembro de 2012

Pode ser usada à partir de 6 meses da menarca ( primeira menstruação). Caracteriza-se por possuír um ou dois hormônios que atuam através da inibição da ovulação e também pela modificação do endométrio (camada interna que reveste o útero) e do muco cervical. As pílulas combinadas (que contém dois hormônios) são as mais utilizadas e são muito eficazes se tomadas corretamente. Deve-se iniciar seu uso no primeiro dia da menstruação e tomar um comprimido diariamente aproximadamente no mesmo horário durante 21 dias. A seguir ficar 7 dias sem ingerir a pílula. Neste período deve ocorrer sangramento semelhante ao menstrual. Após esta pausa de 7 dias, iniciar uma nova cartela independentemente de ter cessado ou não o sangramento. Em caso de esquecimento de tomar 1 pílula deve-se tomá-la o mais rápido possível, de preferência até no máximo 12 horas do horário habitual. Caso passe desse prazo, tomar assim mesmo a pílula atrasada, continuar a cartela, passar a usar um método anticoncepcional adicional (camisinha, por exemplo) e procurar um médico ginecologista para orientações.

Às vezes a pílula pode causar uma série de efeitos colaterais desagradáveis, tais como: dores de cabeça, dores nos seios, enjôos, perdas de sangue fora da época e aumento de peso. Isto vai depender da pílula e de cada organismo e deve ser avaliado pelo médico. Um pouco de paciência ajuda: a maioria dos sintomas desagradáveis desaparece com o tempo. A motivação também ajuda. O que é melhor, um pouco de dor de cabeça ou a dor de cabeça de uma gravidez não desejada?

Em relação às contra-indicações, a adolescente se beneficia do seu fator idade e raramente apresenta alguma doença em que os riscos superem as vantagens do seu uso. Os riscos de complicações sérias também são baixos. De qualquer modo deve-se fazer sempre uma avaliação médica prévia ao seu uso seguidas de uma avaliação anual.

Além de evitar a gravidez com uma grande eficácia, a pílula anticoncepcional pode trazer também os seguintes benefícios para a saúde da usuária:

Diminuição do fluxo menstrual: diminui os dias de incômodo e diminui a incidência de anemia
Controle do ciclo: o ciclo costuma ficar mais regular. A usuária pode também adiantar ou atrasar uma menstruação por motivos diversos ( viagens, casamento, competição esportiva, etc.)
Cólicas menstruais: em grande parte das usuárias, esse incômodo, tão comum entre as adolescentes, melhora acentuadamente.
Infecções: a pílula protege contra alguns tipos de infecções das trompas. Somente nos EUA ocorrem menos 13 mil internações ao ano devido a essa proteção.
Câncer do endométrio: a usuária de pílula tem a metade do risco de ter este tipo de câncer
Câncer do ovário: também diminui em cerca de 40% a incidência deste tipo de câncer
Cistos ovarianos funcionantes: a incidência é diminuída em cerca de 90%

Compartilhe:

Comentários

Deixe o seu comentário!

ANÚNCIO

FACEBOOK

INSTAGRAM

TWITTER

CATEGORIAS

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Inscreva-se e receba atualizações e não perder as novidades!