21abr

Entenda mais sobre pílula anticoncepcional

21 de abril de 2011

A descoberta da pílula, sem dúvida, proporcionou uma mudança radical no comportamento e no estilo de vida da mulher, permitindo-lhe planejar a quantidade de filhos e o momento de tê-los, além de possibilitar sua inserção no mercado de trabalho e em atividades outrora privativas dos homens. Mas nós queremos mais. Queremos anticoncepção aliada a outros benefícios. E é justamente isso que as pílulas modernas fazem. Então vamos entender melhor essas vantagens.

As pílulas mais usadas são as que contêm dois tipos de hormônios: estrogênio e progesterona.

A dose do estrogênio e o tipo de progesterona variam e são responsáveis tanto pelos efeitos colaterais quanto pelos efeitos benéficos. O estrogênio é sempre o mesmo: etinilestradiol (EE).

As pílulas das nossas mães continham 100 µg de EE e por isso elas ganhavam peso e tinham muitos enjôos. Hoje, com o avanço da ciência, aliada à técnica farmacológica, conseguimos reduzir a dose do EE para até 15 µg, mantendo a mesma eficácia contraceptiva.

Quanto à dose do EE (estrogênio é sempre o mesmo: etinilestradiol ), temos pílulas de:

-média dosagem (35 µg),
- baixa dosagem (30 e 20 µg) e
- ultrabaixa dosagem (15 µg).

Nem sempre as pílulas de 15 µg são as melhores, pois muitas mulheres apresentam “sangramentos de escape” mais frequentemente com essa dose bem baixinha, e a adaptação pode ser mais demorada.
É ótimo para adolescentes e para aquelas que tiveram efeitos colaterais com doses habituais (ganho de peso, náuseas, dores de cabeça e dores mamárias).”

É fácil saber qual dose você está tomando. É só olhar na embalagem. Outra diferença é quanto ao regime de tomada, já que as pílulas de 15 µg apresentam um regime de 24 dias de tomada e 4 dias de pausa (24/4), diferente da maioria, cujo regime é 21 dias de tomada e 7 dias de pausa (21/7). A única excessão é a pílula Yaz, que contém 20 µg, mas também apresenta esse regime 24/4.

A progesterona é a responsável pela diferença nos efeitos adicionais dos anticoncepcionais.

Uma das primeiras progesteronas utilizadas, e que se mantém no mercado até hoje, é o levonorgestrel, presente no Microvlar, Ciclo 21, Level. Trata-se de um progestágeno com ação mais androgênica, ou seja, mais similar aos hormônios masculinos.
Com isso, em algumas mulheres predispostas, pode haver mais oleosidade da pele, acne e excesso de pêlos; em contrapartida, pode ser uma boa combinação quando se trata de queda da libido pelo uso de pílulas.

Logo depois tivemos o desenvolvimento do gestodeno e do desogestrel, presente em uma infinidade de anticoncepcionais:

Gestodeno
– Femiane,
- Harmonet,
-Diminut,
-Micropil,
-Tamisa 20 e 30,
-Ginesse,
-Gynera, etc….

e Desogestrel:
-Mercilon,
-Mercilon conti,
-Gracial,
-Femina,
-Primera 20 e 30,
-Minian, etc.

São ótimas pílulas, bem toleradas pela maioria das mulheres, mantendo-se intermediárias em relação à ação androgênica, bom controle de peso e boa ação na pele. Associam-se a 20 ou 30 µg de EE.

A associação com 15 µg encontra-se nas pílulas Siblima, Mirelle, Minesse, Adoless, Mínima, Alexa.

Um progestágeno mais antigo e presente em várias pílulas em combinação com 35 µg de EE é o acetato de ciproterona (Diane 35, Selene, Diclin, Artemidis).
Tem uma ação anti-androgênica bem mais potente, por isso é muito usada (mas não exclusivamente) por mulheres com Síndrome dos Ovários Policísticos, onde as manifestações de acne, oleosidade de pele e excesso de pêlos são mais exuberantes.”

“Como muitas mulheres se queixam de inchaços e ganho de peso com os anticoncepcionais, foi desenvolvida uma progesterona com ação anti-androgênica potente e ação diurética concomitante: a drospirenona, presente no Yasmin, Yaz e Elani ciclo.

A proposta é ótima ação na pele com boa manutenção de peso. A diferença é que Yasmin e Elani ciclo vêm combinadas com 30 µg de EE num regime de 21 /7 e o Yaz vem combinado com 20 µg de EE em regime de 24 /4.

Outra novidade no mercado é a progesterona clormadinona, presente no Belara. A proposta é uma boa ação anti-androgênica, com visíveis benefícios na pele sem alteração na libido. Vem associada a 30 µg de EE.

Todas as pílulas melhoram a quantidade de fluxo menstrual e cólicas. Algumas foram desenvolvidas especificamente para tratar Síndrome Pré-Menstrual, como Mercilon conti (além dos 21 comprimidos, apresenta mais 7 comprimidos com dose baixa (10 µg) de EE, evitando a variação hormonal brusca do período, melhorando os sintomas) e Yaz ( no regime de 24 dias, a drospirenona acaba agindo no organismo nos 4 dias de pausa, melhorando os sintomas).

Como vocês podem ver, há pílulas para todos os gostos e tipos de organismo, por isso aquela que serve para sua vizinha nem sempre é a melhor para você.

Para decidir qual é a melhor opção, marque uma consulta com o ginecologista.

Fonte: http://www.api.adm.br

Compartilhe:

Comentários

  1. Jessica disse:

    Em 2008 comecei usar o ACO Selene, depois de um tempo começou a me dar uma alergia com coceira na parte interna da vagina, tipo candidíase. Fui no gineco 3x e a resposta de que não havia nada era a mesma. Troquei o ACO pro Elani, e a coceira continuou, parei de tomar, fiz tratamento com pomadas, e mesmo assim a coceira não passou. Voltei a tomar o Elani e a coceira ainda continua. Gostaria de saber o que pode ser e se tem cura.

  2. Claudia disse:

    Bom dia, entre a pilula Gynera e Minigeste, qual a mais benéfica? Obrigado

  3. Simone disse:

    Olá! Faço uso do Mercilon (21/7 comum) há 16 anos e venho tendo bartholinite ; a glândula incha e acumula liquido, sinto muita dor e neste mês tive que fazer duas drenagens na emergência num hospital. É possível que se deva ao uso da pílula, de alguma substância que ela apresente? Por favor, preciso de uma resposta. Obrigada!

  4. Bom , eu começei a tomar remédio pela primeira vez , fui na ginecologista , ela me passou o Iumi , começei a tomar dia 15 de junho quando menstruei , ai a minha menstruação fico do dia 15 de junho até 15 de julho uma mes seguido , e nisso eu dei a pausa de quatro dias e etc , ai o mes de agosto nao veio a minha menstruação , agora de setembro tem qe vim ne , e eu ja tomeei 3 cartelas . acham que é o efeito do remédio , pq o teste de farmácia eu fis e nao deu em nada , e outra , dor de cabeça todo dia , e dor na barriga tambem e com comendo mais do que eu ja comiia . ?

  5. Paloma disse:

    Estou com um pouco de dor ao urinar, não sei se é devido ao anticoncepcional que estou tomando. Antes eu tomava o Gracial, tomei ele por 3 anos e depois começou a descer pra mim antes de acabar a cartela. Troquei o pelo Tess e fiquei com ele 8 meses e aconteceu o mesmo, mas com ele tenho muita dor de cabeça, mudei para o Siblima mas veio pra mim uma sujeirinha o mes todo e faltando 5 comprimidos pra acabar a cartela desceu pra mim? o que eu faço? no momento suspendi todos os anticoncepcionais. tenho 26 anos.

  6. gracietti disse:

    olá eu tenho ovario policisto estou tomando diminut faz 2 nesses gostaria de saber se trata de ovario policisto espero sua respostas obrigada.

  7. raquel disse:

    ola tenho alopecia idrogenica e qual o anteconcepcional indicado para mim.

  8. tamires disse:

    olá, me deu ferida no colo do utero e tive que cauterizar, logo depois a medica me passou um tratamento com albocresil gel, fiz o tratamento um mes e 15 dias e começei a tomara o anticoncepcional primera 20 mais me deu muita coceira , isso pode ser da pomada ou do anticoncepcional ?

  9. maria disse:

    Boa noite.
    Tenho 18 anos, comecei a tomar a pílula, MERCILON, há 1 mês, recomendada pela a médica de família.
    Neste momento estou 5º dia da paragem dos 7ºdias. E já tive relações sexuais, durante este mesmo, mas tudo com protecção.
    Gostaria de saber, porque que ainda não me veio o período durante esta pausa, pois já há 3 dias ando com perdas de sangue muito leves, e ao principio pensava que era a menstruação, mas estou a ver que não é. Gostaria que me ajudasse.

Deixe o seu comentário!

ANÚNCIO

FACEBOOK

INSTAGRAM

TWITTER

CATEGORIAS

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Inscreva-se e receba atualizações e não perder as novidades!